Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Denúncias de casos de violência contra a mulher aumentam em Marabá

Só neste mês de setembro o número de denúncias e medidas protetivas que é um dos mecanismos da lei Maria da Penha para coibir e prevenir a violência doméstica aumentou.

 

Pelo menos quatro mulheres procuram por dia a delegacia do município de Marabá, no sudeste do Pará, para registrar denúncias contra homens agressivos. A justiça decretou a prisão de um homem suspeito de feminicídio.Segundo a polícia, esse é o primeiro caso de feminicídio registrado este ano no município. Em 2018, quatro casos foram registrados pela delegacia da mulher.

Esse caso chamou atenção pela forma como ocorreu. O mecânico Wesley Novaes de Souza está foragido e é apontado como principal suspeito de assassinar a esposa Karina Souza, de 22 anos.O crime aconteceu na casa em que o casal morava no núcleo Cidade Nova. O corpo de Karina foi encontrado dias depois do assassinato e apresentava um grande corte na região do pescoço .

Amigos e vizinhos já testemunham na delegacia e todos sustentam a mesma acusação de que Wesley seria o responsável pela morte de Karina.De acordo com a delegada, Wesley era extremamente ciumento, vários depoimentos sustentam episódios em que a vítima passou por constrangimentos pelo marido. Ainda de acordo com a delegada, só neste mês de setembro o número de denúncias e medidas protetivas que é um dos mecanismos da lei Maria da Penha para coibir e prevenir a violência doméstica aumentou.

Em Marabá existe uma delegacia especializada em atendimento a mulher. A delegacia fica localizada no núcleo Cidade Nova e a população que souber de qualquer uma informação sobre o paradeiro do suspeito pode entrar em contato no disque denúncia, no número 3312-3350.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE