Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Polícia de Hong Kong prende 11 suspeitos de ajudar em tentativa de fuga de ativistas

12 militantes pró-democracia foram detidos em agosto pela Guarda Costeira chinesa tentando fugir para Taiwan. Operação desta quinta ocorre 8 dias após a prisão de cerca de 50 figuras da oposição.

 
 -   /
/ /

A polícia de Hong Kong prendeu 11 pessoas nesta quinta-feira (14) suspeitas de ajudar um grupo de 12 ativistas pró-democracia a tentar de fugir de barco para Taiwan em agosto.

Um oficial afirmou à agência de notícias France Presse que as detenções foram por "conspiração com o objetivo de ajudar criminosos".

Ameaçados pelo governo pelo envolvimento nas manifestações pró-democracia que ocorreram em 2019 em Hong Kong, os 12 militantes foram detidos pela Guarda Costeira chinesa.

  • Protestos em Hong Kong: o que ocorreu em 2019 no território

As prisões desta quinta ocorrem oito dias após uma grande operação contra cerca de 50 figuras da oposição de Hong Kong.

Elas foram detidas com base na nova lei de segurança nacional da ex-colônia britânica, que foi imposta por Pequim em junho.

Entre os presos de hoje estão Daniel Wong, advogado de 71 anos especializado em direitos humanos e fervoroso militante do movimento pró-democracia.

"A polícia encarregada da segurança nacional chegou à minha casa às 6h10 e, por enquanto, não sei para qual delegacia vão me levar", escreveu Wong em sua conta no Facebook.

Wong cridu um restaurante em Taipei que emprega e ajuda cidadãos de Hong Kong que fugiram para Taiwan.

Willis Ho, um ex-líder estudantil, afirmou que sua mãe está entre os detidos.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE