Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

América Latina ultrapassa 800 mil mortes pela Covid-19; Brasil concentra mais de 41% dos registros

Quase 89% das mortes na região estão concentradas em apenas cinco países: Brasil, México, Colômbia, Argentina e Peru.

 
 -   /
/ /

A América Latina e o Caribe ultrapassaram a marca de 800 mil mortes pela Covid-19 nesta terça-feira (6), além de mais de 25 milhões de infectados, segundo balanço da agência de notícias AFP e números da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo a AFP, a região registra 800.099 mortes, já o balanço da OMS indica que as mortes na América Latina chegam a mais de 800,3 mil registros.

A situação é pior no Brasil. Com 333.153 óbitos, o país concentra mais de 41% de todas as mortes na região. No mundo, o Brasil é superado em número absoluto de óbitos apenas pelos Estados Unidos, que registram mais de 551 mil mortes, de acordo com a OMS.

  • Baixa vigilância sobre variantes na América Latina vira ameaça ao mundo
  • América Latina: região foi a mais afetada pela Covid-19 em 2020 e deve ser também em 2021, prevê Banco Mundial

Quase 89% das mortes na região estão concentradas em apenas cinco países. São eles: Brasil, México, Colômbia, Argentina e Peru.

O México é o segundo mais afetado na América Latina. Acredita-se, depois de uma revisão dos dados pelo ministério da Saúde mexicano, que mais de 321 mil pessoas tenham morrido de Covid-19 no país até março.

Logo em seguida vem a Colômbia (64.293 mortes), Argentina (56.471) e Peru (53.138), de acordo com a AFP.

Imprensa internacional destaca descontrole da pandemia no Brasil

Imprensa internacional destaca descontrole da pandemia no Brasil

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

Avanço da pandemia na América Latina

Os primeiros 100 mil mortos pela Covid-19 na América Latina foram registrados em 24 de junho de 2020. Em pouco mais de um mês, o número dobrou e em 2 de agosto a região registrou 200 mil mortos pela Covid. Três meses depois, esse número dobrou mais uma vez e as mortes chegaram a 400 mil mortes na América Latina em 2 de novembro.

Enquanto foram necessários oito meses para a América Latina registrar 400 mil mortes pela Covid (março a novembro de 2020), as outras 400 mil mortes ocorreram em apenas 5 meses, chegando a mais de 800 mil óbitos neste 6 de abril.

Em todo mundo, já são mais de 2,8 milhões de mortes pelo coronavírus e mais de 131,3 milhões de casos, apontam dados da OMS.

Vídeos: tudo sobre a vacinação no Brasil

29 vídeos VÍDEO: 'É uma honra ser a primeira policial vacinada', diz tenente da PM Primeira a receber imunizante no Brasil, Mônica Calazans toma 2ª dose da CoronaVac Cidades vacinam profissionais fora da linha de frente antes de idosos

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE