Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Gay Games 2022 são adiados para 2023 por restrições de viagem a Hong Kong

Inspirados nos Jogos Olímpicos, os Gay Games acontecem a cada quatro anos e reúnem atletas LGBTQ e heterossexuais para promover uma mensagem de inclusão e igualdade de direitos.

 
 -   /
/ /

Os Gay Games de 2022 foram adiados por um ano - anunciaram os organizadores nesta quarta-feira (15), invocando, oficialmente, as restrições de viagens ligadas ao coronavírus em Hong Kong, cidade escolhida para sediar o evento.

Em Hong Kong vigoram regras rígidas para evitar contágios de Covid-19. Os visitantes estrangeiros precisam passar por uma quarentena de até três semanas em um hotel.

Veja abaixo um vídeo sobre a edição de 2018 dos Gay Games, que aconteceu em Paris.

Paris recebe a décima edição do Gay Games

Paris recebe a décima edição do Gay Games

window.PLAYER_AB_ENV = "prod"

"O avanço imprevisível de variantes da Covid e as correspondentes restrições de viagem continuam tornando difícil para os participantes do mundo inteiro fazer planos de viajar para Hong Kong", afirmou o copresidente dos Gay Games Hong Kong, Dennis Philipse, em um comunicado.

Inspirados nos Jogos Olímpicos, os Gay Games acontecem a cada quatro anos e reúnem atletas LGBTQ e heterossexuais para promover uma mensagem de inclusão e igualdade de direitos.

Cerca de 12 mil participantes de mais de 100 países eram esperados para o evento, inicialmente previsto para acontecer em novembro de 2022.

Antes mesmo do anúncio de seu adiamento, os Gay Games se viram ameaçados tanto pelo coronavírus quanto pela turbulência política em Hong Kong, desde que a China decidiu adotar um tom mais autoritário em sua relação com este centro financeiro.

No mês passado, já havia sido noticiado que Taiwan não enviaria uma delegação aos Gay Games por medo de que os atletas fossem detidos no âmbito da nova lei de segurança nacional de Hong Kong.

Veja os vídeos mais assistidos do G1

200 vídeos

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE