Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Ao menos 65 haitianos desembarcados em Belém estariam em situação de tráfico humano, diz PF

Entre as pessoas, estão ao menos 17 crianças, que foram levadas para um abrigo na capital do Pará.

 

Um grupo de cerca de 65 haitianos, incluindo ao menos 17 crianças, foram encontrados em um porto de Belém e estariam em suposta situação de tráfico de pessoas em vulnerabilidade. O grupo foi levado à Polícia Federal para verificação de situação migratória.

A PF divulgou uma nota informando que as pessoas foram encontradas na tarde desta sexta (17) e que o Alto-Comissariado das Nações Unidas (ACNUR) e a Secretaria de Direitos Humanos do Pará foram acionados para fins de apoio humanitário.

Ainda na nota, a corporação disse que a averiguação está em andamento na sede da Superintendência da Polícia Federal em Belém.

Após finalização dos procedimentos migratórios, serão disponibilizados abrigos providenciados pela ACNUR, em cooperação com a Organização Internacional de Migrações, ainda segundo a PF.

Em cenário de pandemia, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) também deve dar apoio no controle sanitário.

De acordo com a PF, ainda estão sendo colhidas informações iniciais para esclarecer a situação dos imigrantes. Policiais do 2º Batalhão de Polícia Militar e agentes do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves também atuaram na ocorrência.

Veja outras notícias do estado no G1 Pará

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE