Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Tempestade de areia atinge 16 municípios no Mato Grosso do Sul

O fenômeno foi registrado nesta sexta-feira 15 e notificou ventos de quase 100 km/h. A Defesa Civil alerta para possíveis tempestades neste sábado 16

 
As tempestades de areia fizeram estragos no Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (15). A Defesa Civil do estado informou que 16 municípios foram afetados, entre eles a capital, Campo Grande, além de Dourados, Rio Brilhante, Miranda, Corumbá, Ponta Porã, Dois Irmãos do Buriti, Porto Murtinho, Juti, Novo Horizonte do Sul, Aquidauana, Anastácio, São Gabriel do Oeste, Nova Andradina, Três Lagoas e Corumbá. 

A tempestade fez o dia virar noite, o céu ficou um misto de poeira com nuvens escuras. Em Campo Grande, as rajadas de vento atingiram entre 54,55 quilômetros por hora (km/h) a 94,45 km/h, disse a Defesa Civil por nota. 

O meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Mamedes Luiz Melo, disse que o fenômeno é comum em áreas agrícolas e explica por que ele acontece. “Isso ocorre normalmente em áreas de plantio, que passam todo o período de estiagem, fica toda aquela poeira solta que vai ressecando e normalmente o solo por estar desnudo sem nenhuma vegetação, aquece muito rápido e com a chegada da frente fria formam-se as tempestades de areia.”

O meteorologista afirma que qualquer lugar do país que esteja com condições climáticas citadas anteriormente está sujeito a receber o fenômeno, mas garante que após um ou dois episódios de chuva, a poeira tende a sedimentar dando fim as tempestades de poeira.

Nota publicada no site da Defesa Civil de Mato Grosso do Sul informa que a previsão para este sábado é de mais chuva. “Há chance de chuva com tempestades acompanhadas de raios e rajadas de vento entre 50-90 km/h”.
 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE