Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Tudo o que você queria saber sobre anticoncepcionais, mas nunca perguntou

 
 
 Criada no início da década de 60, a PÍLULA ANTICONCEPCIONAL revolucionou o mercado dePREVENÇÃO DA GRAVIDEZ no mundo e, atualmente, milhões de mulheres fazem uso do método. RECENTES DESCOBERTAS a associaram com o RISCO MAIOR À TROMBOSE, contudo muito é desconhecido sobre os seus efeitos, assim como os dos outros contraceptivos disponíveis. DÚVIDAS rondam a cabeça de muitas usuárias e, até mesmo, daquelas que vão passar a ser. 

O DaquiDali preparou um ESPECIAL COM 25 INDAGAÇÕES MAIS COMUNS para você que sempre quis saber e teve vergonha de perguntar:

QUAL É A MELHOR PÍLULA PARA MIM?

“Não existe uma melhor pílula, senão a gente não estaria usando as outras que não são boas”, comenta a ginecologista Dra.Mariana Halla. “A melhor é aquela que CAUSA MENOR EFEITO COLATERAL, porque qualquer pílula tem que ser vista como uma medicação”, ela complementa. Já a também ginecologista, Dra.Kátia Beckhauser, aconselha a consultar um especialista nesse momento para que ele possa “avaliar sua história médica, seu exame físico e as suas expectativas quanto ao tipo de contracepção desejada”.

SE O CONTRACEPTIVO ORAL NÃO FOR UMA OPÇÃO, QUAIS OUTRAS POSSIBILIDADES HÁ NO MERCADO PARA ISSO?

“A pílula acaba sendo ruim para pessoas que têm muitos problemas gastro-intestinais: enjoo, vômito, queimação. Então, no caso delas, é melhor tirar da via oral”, explica a ginecologista Mariana. “E se a mulher for fumante e tiver mais de 35 anos, está proibida de usar a pílular anticoncepcional”. Como opções, a Dra. Kátia indica os MÉTODOS HORMONAIS INJETÁVEIS, ADESIVOS DE PELE, ANÉIS VAGINAIS, DISPOSITIVOS SUBCUTÂNEOS E DIU (dispositivo intrauterino, que é especialmente bom para quem costuma se esquecer de tomar remédio). Fora isso, como alternativas não hormonais e seguras, existem os procedimentos de barreira: preservativos masculinos e femininos, ou DIAFRAGMA COM ESPERMICIDA (o DIU também entra nessa categoria). Se preferir, a laqueadura tubária para a mulher, ou vasectomia para o homem, processos definitivos.

NA PAUSA DOS SETE DIAS DA PÍLULA, A MENSTRUAÇÃO TEM QUE OCORRER? EM CASO NEGATIVO, É SINAL DE GRAVIDEZ? 

“Se a mulher usá-la de forma correta, a menstruação costuma descer na pausa de sete dias. Porém, um pequeno percentual delas pode, com o tempo de uso, APRESENTAR DIMINUIÇÃO IMPORTANTE DO FLUXO ou até não menstruar”, enfatiza Kátia Beckhauser. A Dra. Mariana Halla também explica que algumas podem vir a ficar com a camada interna do útero bastante fina com o método. Sendo assim, esta chega a não descamar durante o intervalo, que seria a menstruação. Não significa que o comprimido seja fraco ou que não tenha efeito de proteção.

EXISTEM MEDICAMENTOS QUE CORTAM O EFEITO DO CONTRACEPTIVO ORAL?

“Achava-se que os antibióticos cortavam o efeito da pílula”, comenta a Dra. Kátia. “Hoje, osÚNICOS deles com comprovação bem definida na Literatura Médica Mundial são aRIFAMPICINA E A Rifabutina. Alguns ANTIRRETROVIRAIS usados no tratamento da AIDS também reduzem o efeito, assim como alguns ANTICONVULSIVANTES”, complementa.

Adesivos anticoncepcionais são uma alternativa à pílula FOTO: thinktstock

ADESIVOS DE PELE SÃO UMA ALTERNATIVA À PÍLULA FOTO: THINKTSTOCK

TOMAR ANTICONCEPCIONAL ENGORDA?

“Algumas pessoas podem ter RETENÇÃO DE LÍQUIDO. E não necessariamente vão engordar”, aponta a profissional Mariana, desmistificando a afirmação.

COMO PROCEDER NA MUDANÇA DE UMA MARCA DE PÍLULA PARA A OUTRA?

Conforme a ginecologista Mariana Halla, a CONTINUIDADE DEVE SER A MESMA,independente da dosagem da cartela; ou seja, é iniciar a nova logo em seguida ao fim da antiga, respeitando as pausas, se houver.

APÓS ALGUM TEMPO TOMANDO O MESMO CONTRACEPTIVO, ELE PERDE O EFEITO?

“Pode haver diminuição do fluxo, ou mesmo, suspensão da menstruação e sangramentos de escape intermenstrual; mas a EFICÁCIA DO CONTRACEPTIVO NÃO É PERDIDA”, diz a ginecologista Kátia.

ANTICONCEPCIONAL É PREJUDICIAL À SAÚDE?

“Como qualquer outro REMÉDIO, ele PODE TRAZER MALEFÍCIOS à saúde sim, visto o aumento do RISCO DE TROMBOSE. Então, o uso tem que ter uma INDICAÇÃO MÉDICA”, instrui a Dra. Mariana.

PÍLULA É BOA PARA O CRESCIMENTO DO CABELO? 

NÃO. Na verdade, algumas mulheres que têm um FLUXO MENSTRUAL muito intenso,PERDEM MUITO FERRO o que pode LEVAR À QUEDA de cabelo”, informa a ginecologista Mariana. Dessa maneira, a REGULARIZAÇÃO e diminuição do fluxo pela pílula EVITA que haja tal perda.

EXISTE HORÁRIO RECOMENDADO PARA TOMÁ-LA?

“Não. O melhor horário é aquele que a paciente SE LEMBRA DE TOMAR, sempre igual. Normalmente, médico recomenda que tome à noite, porque se tiver algum efeito gastro-intestinal, a paciente não perceberá”, esclarece a Dra. Halla. A médica Kátia ainda reforça que a EFICÁCIA do remédio é MANTIDA mesmo com um ATRASO DE 8 A 12 HORAS DA ÚLTIMA INGESTÃO do comprimido.

POSSO TOMAR PÍLULA ANTES DE ALGUMA CIRURGIA?

“Se for uma cirurgia prolongada ou que a deixe imobilizada por muitos dias, recomenda-seSUSPENDER O USO do anticoncepcional sete dias antes, pelo risco de trombose”, expõe a Dra. Beckhauser.

POSSO USAR O MEDICAMENTO PARA ATRASAR OU ADIANTAR A MENSTRUAÇÃO?

“Pode, mas ela causa um RISCO MAIOR DE TER ALGUNS ESCAPES, que é quando sai um marronzinho – é como se o endométrio, que é a camada do útero, se descamasse um pouquinho. Para quem gosta de emendar muito a pílula, a gente sugere que tome três cartelas (de 21 dias) seguidas e pare por sete dias para menstruar; depois, recomece com mais três cartelas”, informa Mariana Halla.

DEPOIS DE TOMAR O CONTRACEPTIVO POR MUITOS ANOS, LOGO APÓS A PARADA É COMUM QUE A MENSTRUAÇÃO TENHA ASPECTO DE BORRA DE CAFÉ?

“Isso acontece porque, às vezes, o ÚTERO DEMORA A CONSTRUIR ESSA CAMADA DE DENTRO (o endométrio, falado anteriormente), até voltar o ciclo normal”, a ginecologista continua.

PAREI DE FAZER USO DA PÍLULA E AGORA QUERO VOLTAR, COMO FAZER?

“O ideal é COMEÇAR A CARTELA NO 1º DIA DA MENSTRUAÇÃO ATÉ O 5º, e continuar conforme a escolha da pílula”, enfatiza. “Se você começou a tomar entre o primeiro e o quinto dia da menstruação, já está protegida; caso tenha resolvido começar em qualquer momento do ciclo, tem que usar proteção adicional (camisinha ou outro) por sete dias até poder confiar novamente na pílula”, ela conclui.

QUANTO TEMPO ESPERAR PARA TER RELAÇÕES SEXUAIS SEM CAMISINHA COM O PARCEIRO, A PARTIR DO MOMENTO QUE SE COMEÇOU A TOMAR O ANTICONCEPCIONAL?

As duas especialistas estão juntas nessa questão, já que todos os anticoncepcionais já têmEFICÁCIA LOGO A PARTIR DO PRIMEIRO DIA DE USO – salvas as observações para a pílula, descritas na pergunta acima. “A camisinha ou preservativo deve ser usado principalmente como método de barreira para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis” pontua a Dra. Kátia.

POSSO MENSTRUAR ANTES DA CARTELA ACABAR?

“Sim .E pode NÃO SIGNIFICAR GRAVIDEZ, uma vez que várias mulheres, por vários motivos – alteração hormonal, tireoide, stress, ou até infecções bacterianas – podem ter sangramento fora de hora” avisa a ginecologista Mariana Halla. Por isso é sempre RECOMENDÁVEL CONSULTAR O MÉDICO para checar o problema.

AO COMPRAR A PÍLULA PRESCRITA PELO MÉDICO, POSSO PEDIR A VERSÃO GENÉRICA?

“A princípio, sim, mas é sempre melhor CONFIRMAR COM O MÉDICO A DOSAGEM e a compatibilidade”, diz a Dra. Kátia.

É POSSÍVEL ENGRAVIDAR LOGO DEPOIS DE PARAR A PÍLULA, MESMO APÓS MUITOS ANOS SEM PAUSA?

“Sim. A pílula DURA UMA MÉDIA DE 32 HORAS no seu organismo, por isso, se você esquecer algum comprimido, corre risco de engravidar. Se descontinuar o uso, a OVULAÇÃO OCORRE ENTRE 15 E 40 DIAS e você estará ainda mais EXPOSTA À GESTAÇÃO”, continua a ginecologista Kátia.

DIU é recomendado até para adolescentes FOTO: thinkstock

DIU É RECOMENDADO ATÉ PARA ADOLESCENTES FOTO: THINKSTOCK

É NORMAL TER CÓLICAS?

“Sim, isso pode ser normal durante a menstruação. Agora, se for CÓLICA MAIS FORTE, que não melhora com medicamento e, também, fora do período, tem que conversar com o médico, pois pode ser SINAL DE ENDOMETRIOSE”, Dra. Mariana observa.

ADOLESCENTES PODEM TOMAR ANTICONCEPCIONAIS QUE CORTAM A MENSTRUAÇÃO?

Para a especialista Mariana, o ideal é a adolescente NÃO INICIAR COM ANTICONCEPCIONALnenhum ANTES DA MENSTRUAÇÃO. “Agora, se a menina já começou a VIDA SEXUAL, é muito melhor ela USAR: porque é muito pior uma gravidez indesejada nessa idade do que os malefícios do anticoncepcional. Hoje em dia, existe até um trabalho americano que eles estão recomendando o uso de DIU em adolescentes. Porque elas acabam esquecendo muito de tomar a pílula anticoncepcional”, ela considera.

 O MEDICAMENTO PODE INFLUENCIAR NA LIBIDO DA MULHER?

PODE. Todas as PÍLULAS QUE CONTÊM ESTROGÊNIO acabam diminuindo a testosterona – que o principal hormônio envolvido com a libido”, introduz a Dra. Mariana. “Algumas mulheres têm um pouco mais, outras menos; numas, nem tem efeito. No caso daquelas que têm realmente uma diminuição do hormônio, uma boa opção é o DIU”. Outro problema relacionado com a libido, é que o anticoncepcional pode, em alguns casos, DIMINUIR O ESTROGÊNIO TAMBÉM. Isso leva a dores na relação, ressecamento da vagina e até aumento de infecções na região.

ELE MELHORA OU PIORA OS EFEITOS DA TPM?

A ginecologista Mariana continua as explicações: “MELHORA. Quando a mulher não usa, ela tem uma oscilação dos hormônios: quando está para menstruar, há uma queda do estrogênio, o que piora os sintomas da TPM. Com o uso do anticoncepcional, ela NÃO TEM AS OSCILAÇÕES, isso fica mais contínuo”.

EM QUAL IDADE DEVO PARAR O USO?

“Até os 50 ANOS, se tiver ciclos ovulatórios, e desde que não fume. É necessário fazer os exames de sangue para saber se já está na MENOPAUSA ou não”, a ginecologista Mariana elucida.

 ANTICONCEPCIONAL EVITA TER CORRIMENTO?

Não, porque, enfim, ele NÃO EVITA DOENÇAS. O que pode ser confundido com uma espécie de corrimento, e que se dá próximo à menstruação, denota a ovulação feminina: “a gente chama de muco, que é uma secreção boa”, coloca a Dra. Halla.

O USO POR UM PERÍODO LONGO AFETA A FERTILIDADE?

“Não, normalmente, DEPOIS DE 6 MESES, a OVULAÇÃO volta a ficar NORMAL”, a mesma médica desmente.


 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE